Warning: is_readable(): open_basedir restriction in effect. File(/home/claudioreis/public_html/wp-content/languages/etm_manager/THEME_SLUG-br.mo) is not within the allowed path(s): (/home2/esperienza/:/tmp:/var/tmp:/opt/alt/php56/usr/share/pear/:/dev/urandom:/usr/local/lib/php/:/usr/local/php56/lib/php/) in /home2/esperienza/domains/clinicaesperienza.com.br/public_html/wp-includes/l10n.php on line 584
ESPERIENZA Odontologia de referencia: José Roberto Burnier, jornalista da GLOBONEWS estava com câncer de Língua. Como seu Dentista pode ajudar?
Pesquisar Tratamento

José Roberto Burnier, jornalista da GLOBONEWS estava com câncer de Língua. Como seu Dentista pode ajudar?

José Roberto Burnier, jornalista da GLOBONEWS estava com câncer de Língua. Como seu Dentista pode ajudar?
dezembro 18, 2019

Contratado do Grupo Globo desde 1983, Burnier estreou na TV como repórter no Globo Rural. Foi correspondente internacional em Buenos Aires, e esteve à frente de grandes reportagens antes de ancorar o noticiário matutino da GloboNews.

Burnier descobriu o câncer semanas após notar a presença de um nódulo na garganta. Desconfiou da ausência de sintomas e procurou ajuda médica.

Foi informado pelos médicos da presença de um tumor na base da língua, provocado pelo vírus HPV.

Burnier diz que recebeu a informação com estranhamento. “HPV? Nunca soube que eu tinha”, rebateu ele ao médico.

Posterior ao susto, veio a explicação e o prognóstico positivo.

“O HPV a gente pega as vezes na adolescência, ele fica no nosso organismo anos, décadas, inerte, e de repente ele aparece e infecta uma célula. E pode provocar esse tumor. Por incrível que pareça, é uma ótima notícia, porque quando é provocado por HPV tem a melhor resposta ao tratamento. Álcool e cigarro é mais difícil combater”, conta ele sobre o que lhe disse o especialista.

O tratamento teve início no dia 30 de julho e consistiu em 33 sessões de radioterapia e três de quimioterapia.

A melhora no quadro começou a ser percebida no final de outubro. Desde então, embora ainda conviva com alguns incômodos provocados pelo tratamento, já pode retomar alguns prazeres da vida.

“Estou com o paladar alterado até hoje. Comida com sal eu sinto, mas o doce não. E durante muitos dias eu tive que comer sem sentir o gosto de nada. É a coisa mais horrível. Parece que você está comendo borracha. Não sabia que a gente precisava tanto do paladar. Só quando você perde é que você percebe. É impressionante, você não consegue comer. ”

No final de novembro, exames confirmaram que o tumor tinha sido eliminado e que ele estava curado.

Mas afinal como seu dentista pode lhe ajudar?

Primeiramente, não há um profissional que ao longo de sua vida, vai ver mais sua língua e boca.

Considerando a rotina adequada de ir ao seu dentista, fazer uma revisão de 6 em 6 meses, e este examinar toda a sua boca, proporciona a oportunidade dele ,  em estágios bem iniciais, ou seja, sem que o paciente sinta ou perceba nada diferente, fazer um diagnóstico precoce e tratamentos mais simples e eficazes.

Em nossa vasta experiência ao longo desses anos, fizemos disgnósticos de lesões pré-malignas, ou seja,

ainda não eram “um câncer” e se não tivesse sido diagnosticada precordalmente iria provavelmente se transformar em um.

E nestes casos, um simples remoção da lesão pode resolver, sem necessidade de quimio ou radioterapia.

Cuida da sua sáude, com PREVENÇÃO, vá ao seu dentista e médico de confiança com regularidade e não somente quando já está sentindo algo.

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , , , , ,