Pesquisar Tratamento

Dicas para fazer a criança parar de chupar o dedo

maio 28, 2021

Se o comportamento persistir após os 5 ou 6 anos de idade, a pressão e o movimento de sucção começarão a provocar alterações na boca e nos dentes. Os dentes da frente podem se projetar e a mordida da criança ficará aberta, impedindo que os dentes superiores e inferiores se toquem. As alterações ósseas começarão a afetar o alinhamento dos dentes permanentes

SE a criança estiver com hábito de chupar o dedo, Ofereça uma chupeta (preferencialmente ortodôntica) ao bebê; chupetas são mais fáceis de tirar.

Crie um gráfico e um sistema de recompensa para acompanhar o progresso do seu filho ao abandonar esse hábito.

Incentive e elogie o seu filho quando ele tentar parar.

Em primeiro lugar, muita paciência. Nenhum comportamento muda de uma hora para outra, nem com adultos e nem com crianças. É preciso tempo e compreensão durante esse processo.

Ofereça à criança um espaço para falar sobre seus sentimentos. Estimule conversas que permitam a expressão das emoções, fale sobre si, pergunte sobre o dia dela e demonstre que se interessa por seus assuntos.

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , , , ,
março 31, 2021

Inflamação da gengiva também dificulta a absorção de insulina, podendo causar uma descompensação glicêmica nos portadores de diabetes.

A diabetes, doença caracterizada pelo aumento da glicose no sangue, afeta mais de 8% da população brasileira, segundo a última pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde. Diante deste cenário, os profissionais da área estão cada vez mais alertas para identificar e tratar pessoas com o problema, incluindo o Cirurgião-Dentista.

De acordo com a literatura médica, pacientes com diabetes têm alto risco de desenvolver problemas bucais por conta do descontrole da glicemia e interferência na produção salivar. Desta forma estão mais suscetíveis a infecções.

A gengivite e a periodontite, estágio mais avançado da inflamação na gengiva, inclusive com perdas ósseas, são os problemas mais comuns entre os diabéticos. “As doenças periodontais podem alterar o nível glicêmico nesses pacientes, embora essas mudanças não sejam suscetíveis apenas a diabéticos”, acrescenta a Cirurgiã-Dentista e presidente da Câmara Técnica de Pacientes com Necessidades Especiais (CT

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , ,
dezembro 3, 2020

Como sempre  os profissionais da CLINICA ESPERIENZA, em contínuo estudo para nos manter atualizados e ajudar nossos pacientes, descobrimos um artigo originalmente publicado em inglês no New York Times, que nos sugere um cuidado extra a quem teve covid. Resumo abaixo.

No início deste mês, Farah Khemili  notou uma sensação estranha: um dente de baixo balançando contra sua língua.

A Sra. Khemili, 43, de Voorheesville, NY, nunca perdeu um dente adulto. Ela tocou o dente para confirmar que estava solto No dia seguinte, o dente voou de sua boca para sua mão. Não havia sangue , nem dor.

A Sra. Khemili sobreviveu a uma luta contra a Covid-19 nesta primavera e se juntou a um grupo de suporte online, já que sofreu uma série de sintomas experimentados por muitos outros “long haulers”: névoa cerebral, dores musculares e nervosas.

Ainda não há evidências rigorosas de que a infecção pode levar à perda do dente ou problemas relacionados. Mas entre os membros de seu grupo de apoio, ela encontrou outros que também descreveram dentes caindo

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , , , , ,
dezembro 2, 2020

  A Ortopedia Funcional, é uma especialidade da odontologia que soluciona: desequilíbrios ósseos,

musculares e de funcionamento dos maxilares,

alinhamento dos dentes e ESTÉTICOS

problemas de ATM.

Dentre as inúmeras possibilidades, essa área pode auxiliar problemas de respiração bucal, e principalmente estético, em especial em jovens.

A Ortopedia Facial pode estimular o crescimento nos ossos, principalmente do “céu da boca” (que é o assoalho do nariz) e da mandíbula, aumentando o espaço bucal interno e posicionando de forma mais saudável a língua gerando, assim, melhores condições de respiração. “O tratamento também facilita a respiração nasal”. Se não tratada, a longo prazo a respiração bucal pode gerar prejuízos grandes, como alterações musculares e ósseas da face, do tórax e na postura.

Além de que como você pode observar nas imagens a estética facial pode melhorar bastante. Alguns Casos porém só são resolvidos mediante cirurgias.

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , , ,
agosto 3, 2020

Pokémon Smile pode ajudar a convencer seus filhos a escovarem os dentes – já disponível de forma gratuita

Antigamente, muitos acreditavam que o único jeito de convencer os filhos a escovarem bem os dentes, era  brigando e gritando para irem ao banheiro escovarem os dentes.

Hoje temos a tecnologia, que as crianças tanto gostam para ajudar neste processo.

Ele  é uma aplicativo que usa a câmera para “avaliar” a escovação e matar bactérias virtuais  que permite escovar os dentes junto dos clássicos monstrinhos.

O Pokémon Smile utiliza a câmera do seu smartphone ou outro aparelho mobile para “avaliar” as atividades de escovação do jogador.

 Se a criança escovar os seus dentes de maneira correta, ela poderá “derrotar as bactérias causadoras da cárie demonstradas no jogo e capturar um Pokémon”.

O jogo guiará o usuário durante o processo de escovação dentária, passando por todas as áreas da boca.

 Se as crianças escovarem os dentes regu

junho 17, 2020

Durante os primeiros anos de vida que os pequenos aprendem o que é o mundo e experimentam as suas primeiras sensações. Como ainda não têm um poder de fala desenvolvido, resta a eles pegar tudo o que vêem por aí e colocar perto do nariz, do ouvido e… dentro da boca. E é por essa razão que manter uma boa higiene bucal é essencial para combater graves infecções.

Ainda, depois do nascimento da criança, a mãe deverá levá-la sempre ao dentista para que o acompanhamento e a manutenção da saúde bucal sejam realizados, bem como as orientações de cuidados para cada fase da vida sejam reforçadas.

A atuação do Cirurgião-Dentista no núcleo familiar onde a criança vive é um dos mais importantes meios de manutenção da saúde bucal. Os adultos são o exemplo e também responsáveis por elas. Por isso, é de fundamental importância à instalação de hábitos saudáveis desde os primeiros anos de vida.

Não se esqueça de que você precisa ensinar ao seu filho que cuidar da saúde da boca todos os dias é saudável e extremamente necessário.

Para evitar problemas e seus filhos ter

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , ,
maio 11, 2020

Veja as dicas da CLÍNICA ESPERIENZA: ☑️ Antes e depois de escovar os dentes, lave a escova em água corrente, eliminando algumas das bactérias que gostam de se alojar nas cerdas. ☑️ Ao terminar a escovação você pode dar aquela famosa batidinha na borda da pia com o cabo da escova para reduzir a umidade. ☑️ É recomendado trocar a escova de dentes a cada três meses. É necessário ter também em conta a deformação das cerdas. Se a escova não é trocada no tempo certo, existe uma acumulação de bactérias, fungos e vírus que se pode tornar prejudicial para a saúde. ☑️ Desinfete a escova semanalmente colocando-a durante 30 minutos num copo de água com uma colher de bicarbonato e duas de vinagre para libertar todos os resíduos e odores acumulados. ☑️ Guarde a escova com a parte das cerdas protegida por uma tampa. Por natureza, a escova de dentes guarda muitas bactérias em suas cerdas.  

março 19, 2020

Um dos riscos de contágio do atual Vírus, e de outros tantos vírus e bactérias é levar a mão à boca. Crianças e até adultos tem esse hábito, por vezes de chupar o dedo e dormir chupando dedo!! Aqui você verá como resolver!!!   O ato de chupar o dedo é muito comum quando se trata de bebês. No entanto, esse hábito, considerado muitas vezes “bonitinho” pelos pais, pode trazer problemas para a saúde bucal da criança. Dizer “não” pode ser uma tarefa muito difícil, principalmente quando se dirige a um bebê, que provavelmente terá como primeira reação o choro. Hábitos nocivos adquiridos nos primeiros meses de idade, como o de sugar o dedo, se persistirem e se tornarem muito frequentes, podem causar danos bucais. “Entre eles está a mordida aberta anterior, mordida cruzada, respiração bucal, deglutição atípica, palato atrésico e até mesmo aumentar o risco de desenvolvimento de cárie”. Além disso, a saúde bucal está relacionada intimamente com a saúde geral da criança. Os prejuízos, portanto, não se limitam apenas à boca. “Estes fatores estão ligados com os problemas de fonação e ap

outubro 24, 2019

Apesar do número excepcional,  os “cisos” também podem causar problemas, leia o texto e veja a imagem. A evolução fez o homem passar por diferentes dietas –  isso resultou em mudanças na nos dentes. A troca de sementes duras, tubérculos crus e carne mal assada por alimentos processados, moles e com mais açúcar diminuiu, por exemplo, o tamanho dos sisos, deixando-os praticamente sem utilidade. Hoje, eles trazem mais problemas que vantagens. Mas, enquanto muita gente sofre para poder extrair esses 4 dentes “cisos ”, há quem esteja em uma situação bem pior: um garoto indiano de sete anos descobriu que tinha 526 dentes. https://www.youtube.com/watch?v=oigKqDlRNo8 Uma pessoa normal possui 32 dentes (28 plenamente funcionais, descontando os 4 sisos), ele tinha mais de 16 vezes essa quantidade. Óbvio, isso não era normal – e nem é comum de acontecer.

outubro 1, 2019

As mulheres possuem diferenças biológicas que devem ser entendidas para um sorriso mais bonito e saudável   Relação entre minha saúde bucal e saúde geral No caso das mulheres, um número cada vez maior de estudos relaciona as enfermidades gengivais com uma variedade de problemas que afetam a saúde da mulher. Como a gengivite é uma infecção causada por bactérias, estas podem entrar na corrente sangüínea e tornar-se causa de outras complicações:

  • Problemas Cardíacos:Indivíduos com gengivite correm um risco maior de ter problemas cardíacos, com o dobro de possibilidade de sofrerem ataques fatais.
  • Derrame:Um estudo revelou a existência de uma relação causal entre infecções bucais e risco de derrame ou também conhecido como acidente vascular cerebral (AVC).(1)
  • Diabetes:Os diabéticos são mais propensos a terem gengivite e nestes indivíduos é mais difícil controlar o açúcar no sangue. A gengivite pode ser um fator de risco para o diabético, mesmo em indivíduos com açúcar controla

Postou dentro Blog notícias de Claudio Reis | Tags: , , , , ,